Menu
Home
Leia nosso Blog

10/02/2022 - Cachorra Pandora finalmente foi encontrada após 45 dias perdida

Cachorra Pandora finalmente foi encontrada após 45 dias perdida

O Brasil se emocionou e abraçou a busca pela linda Pandora, uma cadela que sumiu durante conexão de voo entre o Recife e Navegantes (SC), em 15 de dezembro de 2021.

"Ela está muito magra. Está desnutrida, debilitada, e eu também estou que nem ela. Não tenho nem o que falar, o importante é que achamos".

Foi o que disse o pernambucano Reinaldo Junior, momentos depois de finalmente reencontrar e poder abraçar a cachorra Pandora, encontrada 45 dias depois de se perder no Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo. Pandora fora reconhecida pela ãe de Reinaldo em uma mensagem de vídeo.

Pandora viajava entre os aeroportos do Recife e de Navegantes, em Santa Catarina, no compartimento de carga de um avião da Gol, em dezembro de 202, e se perdeu durante uma conexão. Desde então, fora mobilizado milhares de pessoas em uma campanha para encontrar a cachorrinha.

A cachorrinha fora encontrada no dia 30 de janeiro por um funcionário do aeroporto que a encontrou e imediatamente ligou para a mãe de Reinaldo. A "avó" de Pandora, Terezinha Bezerra, reconheceu a cadela em vídeos enviados pelo homem que encontrou e foi buscá-la.

Segundo Reinaldo, Pandora se perdeu no Terminal 2 do aeroporto e foi encontrada no Terminal 3. No momento em que ela foi achada, o dono dormia, porque diariamente, das 5h às 22h, ele saía em busca da cachorra e entregava panfletos por toda Guarulhos.

"Meu sono está todo desregulado. Ele ligou para minha mãe por volta das 9h30. Agora, estou levando ela para o médico, porque ela está muito debilitada. Não desisti e estou muito feliz porque encontrei minha filha", afirmou Reinaldo Júnior dona da cachorrinha.

Imagens do reencontro foram publicadas nas redes sociais. Os vídeos mostram o momento em que Terezinha reconhece Pandora e se joga no chão, chorando, agradecendo a Deus por ter encontrado a cachorra. As imagens também registraram o primeiro abraço dela com a cachorrinha.

A cachorrinha segue internada em uma clínica em Santo André e até o momento fora diagnosticada com a doença do carrapato, uma infecção grave causada por hemoparasitas que atacam o sangue do cachorro. Segundo boletim clínico divulgado na noite de sexta-feira dia 04/02, o animal "Encontra-se mantendo parâmetros estáveis, em processo de ganho de peso gradativo e sob cuidados intensivos no tratamento para da doença", esclarece o comunicado publicado nas redes sociais da clínica Dr. Hato, localizada no bairro Campestre. 

Fonte:

« voltar para o blog