Menu
Home
Leia nosso Blog

Adoção de gato: tudo que você precisa saber

Adoção de gato: tudo que você precisa saber

Se você está pesquisando sobre adoção de gato é porque encontrou em seu coração um espaço vazio do tamanho exato de um felino - saiba que você não está sozinho!

As taxas de adoção dispararam em muitos abrigos de animais nos últimos tempos, enquanto as pessoas se preparavam para se isolar devido à pandemia mundial, elas entenderam os benefícios que ter um rosto felpudo para abraçar durante os momentos de incertezas pode trazer.

Dependendo de onde você mora, a adoção de gato pode demorar um pouco mais. Mas, apesar de não parecer, essa é uma boa notícia, porque assim você terá tempo de preparar a sua casa para receber o mais novo membro da família da melhor forma possível.

Quer saber mais sobre adoção de gato? Então continue a leitura e descubra o que você precisa saber antes de receber um animal de estimação em sua casa!

Adoção de gato: tudo que você precisa saber | Foto 1

Descubra o que precisa saber sobre adoção de gato

Adotar um animal de estimação é emocionante, mas requer alguma preparação. Por isso, vamos compartilhar com você as nossas principais dicas para fazer seu novo amigo se sentir em casa.

Receber um novo gato em sua casa é um momento importante e o início de um relacionamento gratificante com o animal de estimação.

Embora os gatos não exijam caminhadas regulares como os cães ou a limpeza intensa do ambiente como outros animais, eles precisam de atenção e cuidados diários.

Você também estará se comprometendo com cuidados de saúde do seu novo pet, que incluem imunizações básicas e exames para proporcionar ao seu amigo felino uma vida feliz e saudável.

Descubra o que esperar ao adotar um gato e você estará pronto para uma experiência memorável e positiva. Confira nossas dicas!

1. Se prepare para receber seu amigo felino

Prepare sua casa com antecedência, ou seja, antes de trazer um novo gato para casa. Compre todos os itens essenciais, como uma caixa de areia, areia para gatinhos, tigelas de comida e água, ração para gato, arranhador e brinquedos.

Gatos gostam de potes rasos que não irritem seus bigodes, e a ração para gatos que você selecionar deve ser rica em proteínas, com uma quantidade moderada de gordura e menos carboidratos.

Também é importante ter um veterinário definido para iniciar os cuidados de saúde contínuos para o seu gato.

2. Conheça os comportamentos típicos dos gatos

Os gatos são territorialistas, e entrar em uma nova casa os deixa muito inquietos. Há todo aquele espaço inexplorado, e quem sabe o que pode espreitar lá.

Faça um favor a ele e forneça uma pequena área para chamar de sua nos primeiros dias ou semanas. Um banheiro ou lavanderia funciona bem.

Forneça um espaço com os itens para gatos, como comida, água e uma caixa de areia. Você vai querer passar um tempo com seu gato, então certifique-se de que há um lugar confortável para você sentar também.

Os gatos têm alguns comportamentos típicos que você notará rapidamente. O ronronar é um sinal de felicidade e contentamento na maioria das situações. O único momento para se preocupar com o ronronar é se ele ocorrer excessivamente, o que pode ser um sinal de lesão ou doença.

Os gatos se limpam muito, possivelmente até metade do tempo. Observe seu gato para entender sobre seus hábitos típicos de higiene para que você perceba se alguma coisa mudar.

Os gatos também gostam de amassar com as patas dianteiras. Por isso, mantenha as unhas do seu gato aparadas para minimizar os danos às superfícies de amassar.

Você provavelmente notará que seu gato é um excelente escalador: os gatos geralmente gostam de pular ou escalar superfícies altas, onde podem sentar e observar a sala sem serem perturbados.

Coçar é uma maneira dos gatos marcarem território e manterem suas garras limpas. Se arranhar se tornar destrutivo, redirecione seu gato para um arranhador e cubra outros pontos com fita dupla face ou papel alumínio.

3. Escolha entre a adoção de um gato adulto ou um filhotinho

Considere se você prefere adotar um gatinho filhote ou um gato adulto. É claro que os gatinhos são fofos e brincalhões, mas também exigem muita atenção, estímulo e treinamento.

Adotar um gato adulto pode ser mais fácil porque um gato maduro não precisa de tanta atenção.

Os gatos idosos podem ser uma adição positiva a uma casa, mas esteja ciente de que os gatos mais velhos geralmente gostam de um ambiente tranquilo, sem muito barulho e comoção. Gatos idosos também podem ter problemas de saúde que exigem visitas regulares ao veterinário.

4. Selecione um abrigo para o processo de adoção de gato

Se você é como muitos amantes de animais de estimação, talvez já tenha alguns sites de abrigos para adoção marcados para a rolagem da meia-noite.

Mas se não, compile uma lista de alguns punhados nas proximidades. Procure organizações respeitáveis registradas como organizações sem fins lucrativos e faça uma pequena pesquisa de antecedentes em seu site, mídia social e qualquer outra mídia local para garantir que você esteja trabalhando com quem trata bem seus animais eticamente.

Sites como o Adotar  podem ajudá-lo a encontrar animais de estimação perto de você.

5. Mantenha sua mente aberta

Antes de visitar os animais, sente-se com todas as pessoas da sua casa para conversar sobre a decisão.

Mesmo que você more com colegas de quarto ou planeje cuidar do gatinho por conta própria, todos precisam estar de acordo em trazer um animal para casa.

Definir as expectativas com antecedência – incluindo horários de alimentação, limpeza e brincadeiras – pode ajudar a evitar conflitos mais tarde. Em seguida, prepare-se para uma enxurrada de rostos adoráveis ??ao começar sua ronda.

Existe um gato certo para cada estilo de vida – então pergunte a si mesmo que tipo de estilo de vida você pode oferecer ao gato e encontre o gato que se encaixa melhor.

Gatinhos ativos precisam de donos igualmente engajados, que possam dar-lhes o estímulo de que precisam, sem mencionar o bom treinamento dos felinos.

Gatos idosos, por outro lado, se dão melhor em um ambiente tranquilo com muitos carinhos calmos. Como dissemos, animais mais velhos também podem ter mais necessidades médicas, então dê uma olhada no seu orçamento antes de adotar um.

De qualquer forma, vá com a mente aberta e deixe seu coração combinar com seu futuro melhor amigo.

6. Adquira os itens que você precisará

Antes de levar um gato para casa, prepare seu lugar para sua chegada. Além de comida e caixa de areia, como dissemos, você precisará criar um ambiente feliz e seguro para seu novo amigo peludo.

Guarde os enfeites - os gatos adoram derrubar as coisas. Procure fios expostos, plantas venenosas ou objetos perigosos que possam ferir um gatinho curioso.

Coloque em seu espaço pelo menos um arranhador e local para que o gato possa escalar, especialmente se você não quiser encontrar um gatinho em cima dos armários da cozinha. Além disso, você vai precisar oferecer brinquedos de gato para mantê-los ocupados.

Certifique-se também de encontrar um veterinário para acompanhá-lo. O abrigo ou organização de resgate pode já ter um relacionamento com um, ou ser capaz de fazer uma recomendação.

7. Escolha a ração certa e programe a alimentação

Como dissemos anteriormente, procure por tigelas de alimentação largas e rasas que não perturbem os bigodes altamente sensíveis do seu felino na hora da refeição.

Esta dica vale ser reforçada: alimente seu novo amigo com uma dieta de alta qualidade que tenha grandes quantidades de proteína, quantidades moderadas de gordura e uma quantidade limitada de carboidratos.

Embora os alimentos secos possam ser mais convenientes, os alimentos úmidos ajudam seu gato a obter água suficiente, já que os gatos geralmente preferem brincar com a água do que bebê-la.

Uma mistura de sabores e formatos de proteína dará à sua dieta um pouco de variedade, além de cultivar um paladar mais variado nos gatinhos, em particular. Além disso, você não gostaria de comer a mesma coisa todos os dias, certo? Nem eles.

8. Estabeleça um calendário de visitas ao veterinário

Você quer manter seu gato saudável e uma das melhores maneiras é detectar problemas antes que eles se tornem uma realidade. Por isso, cuidar para que seu gato faça pelo menos um check-up anual é uma boa maneira de manter a saúde adequada.

Você pode adotar seu gato e certificar-se de que um veterinário veja o animal imediatamente. Seu novo gato pode ter alguns parasitas internos ou outros problemas que requerem atenção.

Se você tiver outros animais de estimação, certifique-se de que o gato seja apresentado com segurança a cada um deles.

Os felinos são divertidos e podem proporcionar muito entretenimento e companheirismo para você. Você descobrirá que o gato tem vontade própria, mas também pode ser extremamente leal a você como dono.

De qualquer forma, passe um tempo todos os dias com seu gato para que o vínculo se desenvolva entre vocês dois. Esta é uma amizade para toda a vida que tem uma grande recompensa ligada a ela.

9. Acostume-se a lidar com a caixa de areia do gato

Os gatos costumam ser exigentes quanto ao estilo e localização da caixa de areia, por isso o processo pode exigir um pouco de tentativa e erro para encontrar uma de que gostem.

Coloque em uma área tranquila e de baixo tráfego de sua casa para que eles possam fazer suas necessidades em paz.

Encha uma caixa de areia com a quantidade indicada pelo fabricante e coloque-a em seu cantinho, onde ele possa usá-la sem ser perturbado. Afinal, todo mundo merece um pouco de privacidade nessas horas, e dar a ele isso ajudará a evitar a aversão à caixa de areia

Os gatos às vezes fazem suas necessidades fora da caixa se não gostarem do modelo, do estilo ou da localização, ou se estiverem estressados ??ou infelizes. Escová-lo regularmente eliminará pelo menos um desses fatores, portanto, defina um cronograma e cumpra-o.

10. Aproveite a companhia do seu gatinho

Quando você trouxer seu gato para casa, dê-lhe tempo e espaço para se acostumar com o novo espaço.

Especialmente para gatos adultos mais tímidos, é importante ajudá-los na transição para um novo ambiente, dando-lhes uma área dedicada para relaxar e se ajustar ao novo ambiente. Isso vale o dobro se você tiver outros gatos ou cães em casa. Arrume um quarto vazio ou um canto do banheiro com a caixa de areia, comida e água e alguns desses brinquedos, e depois deixe-os vir até você.

A maioria dos gatos ficam curiosos depois de alguns dias, mas pode levar algum tempo para eles se sentirem seguros para explorar.

E mesmo que os gatos tenham a fama de serem distantes, não se esqueça das brincadeiras diárias. Um jogo de perseguição, por exemplo, vai ajudá-lo a se manter saudável e, o melhor de tudo, a formar um vínculo de amizade entre vocês.

Gostou de saber mais sobre adoção de gato? Então aproveite para descobrir tudo o que você precisa saber sobre adoção de cachorro!

Data da postagem: 31/05/2022

« voltar para o blog