Menu
Home
Leia nosso Blog

14/01/2022 - Choupette, a gata milionária de R$ 460 milhões

Choupette, a gata milionária de R$ 460 milhões

A gatinha Choupette da raça birmanês, entrou por acaso na vida do estilista Karl Lagerfeld, ela nasceu em 2011 e pertencia ao modelo Baptiste Giabiconi. Um belo dia, o modelo precisou se ausentar por trabalho e deixou a gatinha aos cuidados de Karl, que inicialmente não gostou muito da ideia de ser babá da gatinha. O que era pra ser duas semanas se transformou na vida toda, pois Choupette nunca mais saiu do colo do estilista alemão. "Foi amor a primeira vista", disse Karl sobre seu sentimento a respeito da gatinha.

A vida de Choupette então mudou totalmente, ela se tornou uma estrela da moda, dividindo capa de revista até mesmo com, nada menos nada mais que, Gisele Bündchen.

Na Chanel a gatinha teve uma cor de tom azul batizado com seu nome, Ela ganhou um kit de potes para alimentação criado pela Goyard, grife conhecida pela excelência em bolsas e baús, tem prato favorito, o croquette da Choupette (sardinha, azeitonas verdes, cenoura, germe de trigo e tomilho) e come sempre à mesa, jamais no chão. O cardápio é assinado pelos chefs dos restaurantes Kinu­gawa, Le Voltaire e Maison du Caviar, de Paris. 

Ta achando pouco? Os cuidados com Choupette incluem duas babás, isso mesmo, duas babás para cuidar da gatinha milionária — Marjorie e Françoise. Cerca de 21 milhões de reais foram doados ainda em vida pelo estilista à Françoise Caçote, a babá preferida de Choupette, com a condição de que o dinheiro fosse usado somente para as despesas do animal. Karl morreu em 2019 e deixou parte de sua fortuna para a gatinha, que desde então, tornou-se o primeiro e único felino mais rico do mundo, e o restante da fortuna da gatinha foi adquirida do seu proprio trabalho, como aparições e campanhas publicitárias. Lagerfeld transformou Choupette em ícone fashion.