Menu
Home
Leia nosso Blog

31/01/2022 - Menino de 11 anos dá banho em cachorros em situação de rua

Menino de 11 anos dá banho em cachorros em situação de rua

Thiago do Val Sidegum, é um garoto de apenas 11 anos mas que já sabe que para fazer o bem basta ter o coração aberto e boa vontade. O menino da cidade de Antônio Prado no Rio Grande do Sul todos os sábados, vai as ruas em busca de cachorros em situação de rua para dar banho, perfumar e arrumar os cachorrinhos com laços, estrelinhas e tudo que puder para deixá-los "mais fofos", e segundo a família Thiago já deu banho em mais de 50 cachorros. Isso mesmo. Esse garotinho de coração enorme dedica seus sábados a ajudar os animais abandonados. Sua ação recebe o nome de "Sou de rua, mas tô limpinho"

Seu trabalho recebe o apoio da comunidade e inclusive já conseguiu parcerias para que seu trabalho continue, o primeiro banho em um cachorro abandonado foi em 09 de janeiro de 2021, e desde que começou com a ação já ajudou cerca de 40 cães a encontrar um lar.

 

Thiago conta que foi através de uma conversa com seu pai que surgiu ideia: "No final do ano passado, decidi que precisava de algum jeito fazer algo pelos animais. Conversando com meu pai contei da minha ideia de dar banho nos doguinhos de rua para eles ficarem limpos e cheirosos. A intenção é que as pessoas olhem eles diferentes na rua, e que sintam vontade de adotá-los". 

E a ação de Thiago também conta com a parceria da ONG Arca da Fé onde passou a atender os cães recém-resgatados.

 

Além do banho, Thiago faz uma ensaio fotográfico com os animais, dando assim uma maior visibilidade aos doguinhos "São para aumentar as chances de adoção porque as pessoas se interessam mais se os peludos aparecerem em fotos mais bonitas. A ONG já constatou isso, daí meu pai faz e edita as fotos que vão para o meu Instagram", disse.

Thiago aconselha quem não pode adotar a ajudar de outra forma "Que não tenham preconceito com os cães adultos. Ele já faz tudo no lugar certo não precisa ensinar. Se não puder adotar, porque não tem espaço, ou o lugar não permite, apadrinhe um peludo. Isso mesmo, ajude uma ONG com ração ou dinheiro, ou bota um potinho de ração e água na tua calçada".

A presidente da ONG Arca de Noé Sirlei Stedile conta que "Todos os sábados, levamos na casa dele, para esse fim. Ele dá preferência aos cães que estão na rua. Ele pede para que levemos algum que esteja em uma casa de passagem para adoção. Isso nos ajuda financeiramente, pois nos poupa esse gasto com banho. Sempre chegam até nós precisando de banho, tosa etc."

 

Fonte:

« voltar para o blog