Menu
Home
Leia nosso Blog

É melhor adotar um cachorro ou um gato?

É melhor adotar um cachorro ou um gato?

Pensando em adotar um cachorro ou gato? O amor e a alegria que esses bichinhos proporcionaram superam qualquer custo ou demandas que eles possam introduzir, e o fato de que a vida é infinitamente mais significativa com eles é inegociável.

Porém é preciso ser realista sobre o quanto você está pronto para se tornar um pai ou mãe de pet. É preciso se fazer algumas perguntas e enfrentá-las com honestidade, apenas assim estará preparado para lidar com os problemas à medida que eles surgirem.

 

Para ajudar você a tomar as melhores decisões, vamos compartilhar uma lista de perguntas a serem feitas antes de adotar um cachorro ou gato. Confira!

É melhor adotar um cachorro ou um gato? | Foto 1

Devo adotar um cachorro ou gato? Primeiro, faça a si mesmo as perguntas a seguir!

 

1. Quais são suas expectativas de relacionamento?

Os animais de resgate não têm voz sobre quem os leva para casa, mas você sim. Considere primeiro se você está procurando um companheiro afetuoso, um companheiro de corrida, um companheiro de quarto distante ou um companheiro de brincadeiras para as crianças.

Saber o que você gostaria de alcançar nesse relacionamento com seu novo animal de estimação o ajudará a fazer a melhor escolha ao decidir qual animal de estimação é mais adequado para você e sua família.

 

2. Um animal de estimação se encaixa no seu estilo de vida?

Em seguida, os pais de pet em potencial devem considerar como um animal de estimação se encaixa em seu estilo de vida.

 

Os gatos em geral exigem menos tempo do que os cães, mas isso não significa que você pode ignorar seu gato quando chega em casa do trabalho só porque está cansado e com vontade de assistir sua série favorita.

Com um gato esperando por você em casa, você não pode simplesmente aceitar um convite para jantar ou beber depois do trabalho sem parar em casa para pelo menos alimentá-lo, e você não pode passar uma noite improvisada fora de casa sem planejar seus cuidados.

 

3. Seu filho promete que cuidará do gato ou cachorro, mas isso é razoável?

Muitos pais adotam um gato ou cachorro depois de ceder à pressão de seus filhos, mas seria errado supor que as crianças serão totalmente responsáveis ????pelo cuidado do animal, não importa o quão vigorosamente eles prometam que serão.

Embora seja verdade que cuidar de um animal de estimação possa ajudar a criança a desenvolver um senso de responsabilidade e construir sua auto-estima, as crianças precisam receber tarefas adequadas ao desenvolvimento com base em sua idade e maturidade, e essas tarefas devem ser supervisionadas por um adulto.

 É melhor adotar um cachorro ou um gato? | Foto 3 

4. Você tem condições financeiras para arcar com as despesas?

Em um mundo perfeito, o dinheiro nunca ficaria entre nós e nossos animais de estimação, mas o custo de manutenção está entre as principais razões pelas quais as pessoas desistem de seus cães ou gatos.

Existem inúmeros tipos de despesas conhecidas e desconhecidas para as quais se deve estar preparado ao se pensar em adoção: custos veterinários, alimentação, itens de higiene, brinquedos e arranhadores, etc.

5. Sua situação de moradia permite um animal de estimação?

Uma das principais razões pelas quais as pessoas abandonam seus animais de estimação é por causa de mudanças, enquanto um proprietário que não permite é outro forte motivo.

 

Infelizmente, mesmo os apartamentos que aceitam animais de estimação podem ter restrições de tamanho e número de animais de estimação e, às vezes, até proibir certas raças caninas. Certifique-se de verificar seu contrato de aluguel e estar preparado para pagar pelo privilégio de ter um animal de estimação.

 

Você provavelmente precisará fazer um depósito para animais de estimação e obter um contrato atualizado. Alguns apartamentos cobram uma taxa mensal por animal de estimação.

 

6. Você tem alguma alergia a animais de estimação?

Se você tem alergias ou outros problemas de saúde que podem influenciar na posse de animais de estimação, certifique-se de consultar seu médico antes de adotar ou decidir sobre qual animal é ideal para você.

Certifique-se também de saber se o seu parceiro, colegas de quarto, família, filhos ou qualquer outra pessoa que passa algum tempo em sua casa tem alergias.

 

7. Você compreenderá se o seu novo pet destruir suas coisas?

Outro ponto a considerar é o fato dos animais de estimação serem capazes de criar uma bagunça simplesmente por existirem, especialmente os filhotes.

A maioria dos cães e gatos perdem os pêlos não apenas no verão, mas ao longo de todo o ano, o que significa que você terá que varrer a casa com muito mais frequência. Além disso, eles podem arranhar ou mastigar seus móveis e objetos pessoais, ou seja, podem haver acidentes ocasionais que geralmente destroem as coisas.

 

8. Os vizinhos vão reclamar do barulho?

Lembre-se do ruído potencial que seu animal de estimação pode criar. Se você estiver trabalhando o dia todo, seu cachorro ficará latindo enquanto você estiver fora?

Você vai precisar contratar alguém para, no meio do dia, levar seu cachorro para passear? Como o ruído passa pelo chão? A correria pelo apartamento fará com que as pessoas no andar de baixo reclamem?

 

9. Posso fazer um compromisso que vai durar de 10 a 20 anos?

Talvez a pergunta mais importante que você possa fazer seja se você pode se comprometer com esse animal de estimação a longo prazo.

Você deve até ter um plano para onde o animal irá se você falecer ou não puder cuidar dele, por mais mórbido que isso pareça.

 

Um cachorro pode viver facilmente 10 ou 15 anos, já os gatos costumam chegar aos vinte com facilidade. Como pode ser sua vida nas próximas duas décadas? Talvez você possa se ver viajando a trabalho com mais frequência, ou adicionando um bebê à família, ou se mudando ou morando no exterior.

Os cães e gatos são criaturas leais e sensíveis que se conectam profundamente e confiam em você para tudo. Por isso, seja honesto: você está disposto a considerá-los conforme as suas necessidades ao longo dos anos? Você está pronto para se comprometer totalmente a estar lá para eles pelo resto de seus dias?

 

Se você não tiver certeza sobre a resposta a essas perguntas, considere que não está pronto para adotar agora. Em vez disso, expresse seu amor pelos animais se voluntariando ou doando para suas instituições de caridade favoritas.




É melhor adotar um cachorro ou um gato? | Foto 2

Devo adotar um cachorro ou gato?

Somos um país de amantes de animais de estimação, e com razão! Gatos e cães oferecem amor, carinho e amizade incondicionais, além de uma série de benefícios terapêuticos, como melhora da saúde geral e bem-estar - afinal, quem não gosta de um abraço de um amigo peludo no final de um longo dia?

 

Escolher entre ter um gato ou um cachorro pode ser uma decisão difícil, mas de um modo geral, os cães exigem mais atenção enquanto os gatos são, de certa forma, mais independentes.

Mas se você gostaria de abraçar seu amigo peludo o tempo todo, e não apenas quando convém, talvez um cachorro seja a escolha certa para você.

 

Independente da escolha, você sabia que os donos de animais de estimação têm níveis mais baixos de colesterol, pressão arterial mais baixa e são menos propensos a sofrer de estresse, depressão e ansiedade?

Um estudo americano concluiu que possuir um animal de estimação melhora significativamente as chances de sobreviver a um ataque cardíaco, enquanto um estudo inglês descobriu que as pessoas que possuem um animal de estimação lidam melhor com o estresse e com a perda em comparação com aquelas que não têm. Portanto, ter um animal de estimação é bom para mais do que apenas carinhos!

 

Cães e gatos têm necessidades e características diferentes, por isso essa decisão é influenciada tanto pelo tipo de estilo de vida que você tem quanto pelas suas preferências pessoais.

É menos sobre "adotar cachorro ou gato" e mais sobre qual animal se adequaria melhor ao seu estilo de vida, levando em consideração seus níveis de atividade, o espaço que você tem em casa, se você tem filhos ou não e quanto tempo você pode dedicar a um animal de estimação .

 

Claro, esta decisão pode ser ainda mais difícil pela grande variedade de perfis disponíveis. Possuir um cachorro muito pequeno, por exemplo, é muito diferente de possuir um grande! 

 

Sinais de que os cães são para você

Se você tem um perfil mais enérgico, que adora se manter ativo, um cão pode ser a escolha certa para você.

Os cães precisam de muito estímulo, ar fresco e passeios regulares, por isso são mais adequados para pessoas que têm um jardim, vivem em áreas rurais ou têm fácil acesso a parques e espaços abertos.

 

Cães bem treinados podem ser levados em viagens e desfrutar de dias fora de casa. Ao contrário dos gatos.

Os cães não são animais naturalmente solitários, por isso não devem ser deixados sozinhos o dia todo - se você trabalha longas horas ou tem um trabalho muito exigente, pense se pode dar a eles toda a atenção que merecem. Você também precisará reservar um tempo para ensiná-los.

 

Existem muitos tipos diferentes de cães disponíveis, variando em tamanho, forma, temperamento e pilosidade, então você deve levar em consideração essas diferenças individuais se estiver pensando em ter um cão.

Em última análise, se você tiver espaço e tempo, será recompensado com um animal de estimação que é um companheiro empático, brincalhão, protetor e fiel ao longo de toda a vida.

 

Sinais de que os gatos são para você

Se você tem um espaço limitado, um estilo de vida agitado ou simplesmente quer um animal de estimação um pouco mais independente, provavelmente você será um melhor tutor para um gato do que para um cachorro.

Os gatos são relativamente quietos e ficam felizes em serem deixados sozinhos para dormir e se entreter durante a maior parte do dia, especialmente se puderem estar ao ar livre.

Eles não precisam passear, então os gatos geralmente são adequados para pessoas menos ativas. Mas, diferente do que muitos pensam, eles gostam de interação social e adoram brincar. A higiene e a limpeza regular também são importantes, especialmente se você tiver um gato de pêlo comprido.

 

Os gatos não precisam de tanto espaço interno quanto os cães, especialmente se tiverem acesso seguro a um jardim. Mesmo sem acesso externo, os gatos podem ficar satisfeitos desde que sejam alimentados com uma dieta adequada e tenham acesso a uma caixa de areia, brinquedos e arranhadores para manter suas mentes e corpos ocupados.

Também é essencial que você interaja com eles com frequência, por isso, se você estiver viajando, precisará encontrar alguém para cuidar deles, o que pode significar pedir a um vizinho para checá-lo regularmente ou colocá-lo em um gatil onde ele será cuidado enquanto você estiver fora.

 Embora eles não costumem mostrar a mesma energia ilimitada que os cães têm - os gatos muitas vezes provam ser mais auto-suficientes - são animais de estimação amorosos, afetuosos, relaxantes e divertidos.

 

Ainda não consegue se decidir?

Muitas pessoas amam gatos e cachorros igualmente, e sob as condições certas os dois podem se dar bem na mesma casa se você lhes der tempo para se conhecerem.

Se você realmente não pode escolher entre um gato ou um cachorro e é capaz de oferecer um bom lar para ambos, um filhote de cachorro e um gatinho criados juntos geralmente aprenderão a conviver um com o outro imediatamente, e podem até se tornar melhores amigos!


Gostou de saber mais sobre o que é melhor pra você: adotar um cachorro ou um gato? Então aproveite para conhecer melhor a Adotar e escolher o seu novo parceiro de vida!

Data da postagem: 03/06/2022

« voltar para o blog